Montreal - A humilhação de ontem constitui a razão primária do luto nacional no Brasil. Estamos a falar do marco histórico que ontem o mundo testemunhou quando os pupilos brasileiros dançaram samba sem música. Melhor corriam no campo sem bola porque os alemães de tanto egoísmo recusaram compartilhar o “esférico". A esquadrilha Alemã que movimenta-se em bloco em todas as posições no terreno parecia que tinham 15 jogadores em campo. Consequentemente a esta dinâmica o “psíquico” brasileiro foi testado e derrotado em 5 minutos a com a concretização de 4 golos consecutivos.


Fonte: Club-k.net

Já mais na história do mundo do futebol um detentor ao título e ao mesmo tempo anfitrião fora zombado e goleado com tanta facilidade. A quadra defensiva brasileira estava fragilizada. Os médios invisíveis e ala atacante sem criatividade e sem brilho. A cima disso, o factor casa simplesmente transformou-se em mito. Mais a população brasileira mesmo sendo futebolista de nascença logo após os segundo golaço foi consumido pelo silêncio. A moral atingiu mil % abaixo de zero segundo diagnósticos médico.  No estádio só se ouvia o "zum zum" das moscas e choramingo. Uns de tanto choro foram socorridos por ambulâncias. Com este silêncio os alemães souberam tirar vantagem. Melhor, todo  Brasileiro que estava grudado no jogo indirectamente perdeu o perfil e confiança. Em síntese  uma plateia acima de 23 milhões foi zombado pela euforia Alemã que teve oportunidades para pelo menos rubricar 12 tentos.  


Com o segundo golo o mundo brasileiro desabou completamente. Não necessariamente pelo golo mais sim psicologicamente. Muita vergonha. Para os jogadores a pressão interna os consumiu de tal maneira que só encontravam uma saída: A macumba brasileira, porque tecnicamente não estava em condições de inverter o quadro. Infelizmente nem a força sobrenatural favoreceu os brasileiros.


A realidade foi que os Alemães não paravam de criar oportunidades para fabricar mais golos e executar algumas lições e relembrar ao mesmo tempo os brasileiros que futebol é uma ciência em evolução constante. Segundo comentaristas desportistas brasileiros e não só, os Alemães só não furaram a rede do guarda-redes brasileiro com mais golos por uma questão humanista. Com todo respeito, os alemães reconhecem que Futebol e Samba são os símbolos deste país. Porém, uma humilhação acrescida poderia causar um colapso generalizado na nação.


Assim dito, esta generosidade alemã só não foi  agradecida pelos adeptos do futebol. Quem mais festejou esta desgraça brasileira são os activistas brasileiros que a mais de quarto anos tentaram chamar a razão o governo brasileiro para não hospedar o mundial porque existem outras prioridades. Estes activistas citavam que as “favelas”, fome e educação deveria ser a prioridade do governo e não realkizar o capeonato do MUNDO que simbolizaria apenas pretextos políticos e inconfessos.

 

Sem politiquices porque o momento não é apropriado. O dilema aqui foi pelo recado deixado pelos Alemães: Futebol de hoje é científico e não existe campeões antecipado. É assim, que com esta pesadíssima humilhação só nos resta dar a mão e uma voz de consolo aos irmãos brasileiros que estam de luto nacional.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: