Lisboa -  Deu entrada  no Gabinete do Ministro Manuel Rabelais, uma queixa/reclamação que envolve dois profissionais da comunicação social que terão brigado devido a disputa entre si respeitante a cobertura do Mundial 2010. Os jornalistas são Alexandre Nascimento, assessor de imprensa da embaixada angolana na  África do Sul e um profissional da TPA identificado por Neto. Este ultimo teria se deslocado recentemente a África do Sul para cobrir a copa das confederações naquele país tendo se queixado ou enfrentado oposição do seu colega que trabalha localmente. Ambos teriam se desentendido razão pela qual o  caso foi  levado aos ouvidos do Ministro  por intermédio de Antonio Nascimento que é muito próximo a Manuel Rabelais.

ImageAs matérias de reportagem em território sul africano são preparadas pelo diplomata Antonio Nascimento que por sua vez as remete a TPA para ultimação e emissão. De acordo com apreciações internas, o desentendimento entre ambos jornalistas terá sido provocado por alguma acção que uma das partes terá  tomada como interferência de outra. Não há informações precisas visto que ambos ainda não foram escutados a nível superior. Há, no entanto, conhecimento de depoimentos em meios da  comunicação social   segundo a qual a cobertura do mundial que acontece próximo ano naquele pais, esta a gerar disputas entre  possíveis candidatos a enviados especiais, não obstante ao interesse denotado no diplomáta do ramo de imprensa.

De recordar que em Outubro do ano passado, os jornalistas Isidro Sanhanga e Ana Lemos foram citados como estando em disputa contra o grupo da redação internacional por causa da ida a Washington para cobertura das eleições que elegeu Barack Obama.

Tema relacionado:

Viagem para cobertura das eleições nos EUA gera disputa na TPA

Fonte: Club-k.net



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: