Luanda - O Jornalista Eugénio Mateus, do semanário "O País", foi a julgamento, nesta terça-feira, no Tribunal Provincial de Luanda. 

 Mais um jornalista nas barras de um tribunal angolano

Está a responder por alegada difamação e calúnia movida pelo Chefe de Estado-maior das Forças Armadas Angolanas, general Francisco Furtado.

O general intentou a acção contra o jornalista reagindo a um artigo de opinião sobre o mau uso da farda e a tendência para o consumo excessivo de álcool por militares das FAA.

O caso remota há dois anos, quando o actual jornalista do jornal “ O País”, escrevia para o “ A Capital”.

Eugénio Mateus enfrenta agora as barras do Tribunal sob acusação de abuso de liberdade de imprensa.

Segundo o director do Jornal “ A Capital “ as opiniões do jornalistas apenas relatam uma realidade à vista de todos e a atitude do general não passa de “ mais um no sentido da  intimidação e da promoção da censura entre os jornalistas”.

 


Fonte: Apostolado



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: