Benguela  – O correspondente da Radio Eclésia, em Benguela,  “Zé” Manel e o director do Semanário ChellaPress, Francisco Rasgado foram esta amanha, 27 de Julho, ouvidos na direção provincial de investigação criminal em Benguela para prestarem declarações a cerca do chamado caso “jardim milionário”, o pequeno espaço cuja reabilitação custou o exorbitante de um milhão e 600 mil dólares americano. A polémica foi levantada pela classe política local, escandalizada com o alegado investimento.

Por noticiarem  reabilitação de jardim que custou  um milhão e 600 mil dólares

A polémica foi levantada pela classe política local, escandalizada com o alegado investimento.

O processo que atinge os dois profissionais foi movido pelo Primeiro Secretario provincial do MPLA, Jeremias Dumbo apos terem sido denunciadas informações nos respectivos órgãos onde ambos jornalistas trabalham na qual alega serem falsas. O dirigente do partido no poder  é citado como um dos sócios da construtora que reabilitou o espaço em causa.

Vários jornalistas, escutados previamente pela Radio Eclésia defenderam que  toda e qualquer averiguação deve ser feita pelo Tribunal de Contas, em função das provas citadas pelas fontes dos meios de comunicação social.

 

Fonte: Club-k.net



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: