Luanda - A CEAST aposta na condição excepcional da Rádio Ecclesia para obter do governo a licença de cobrir todo o país mesmo em Frequência Modulada (FM).

Nomeou uma Comissão para encetar novos contactos com o Ministério da Comunicação Social nesta perspectiva.

De acordo com o Bispo do Ndalatando e integrante da Comissão, Dom Almeida Kanda, a decisão saiu da sessão do Conselho Permanente da CEAST que abordou o tema ontem à tarde.

Os participantes viram-se perante a seguinte alternativa, explicou o prelado: «insistirmos na expansão da rádio ou então abraçarmos a segunda modalidade, que é a criação de rádios diocesanas.»

Aprovaram ensaiar a segunda opção, com o voto de «ver a resposta do ministério da Comunicação Social» corresponder à plana pretensão do conjunto das dioceses de Angola.

«A lei só prevê a criação de rádios que só transmitem em FM. Mas , a nossa ideia é que se pode haver ainda uma excepção, em relação à Rádio Ecclesia», estimou o Bispo.

Dom Kanda especificou que a excepção acalentada, versava em «montar repetidores nas dioceses no sentido de aquilo que se transmite em Luanda também ser ouvido nas dioceses.»

Fonte: Apostolado



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: