Lisboa – A Administração da RNA e o núcleo do Sindicado de Jornalistas nesta estação (SJA) recorreram, de modo informal, as redes sociais para alegadas acusações mutuas. A primeira, segundo, um email que o Club-K teve acesso, acusa o SJA de querer derrubar o seu actual conselho de administração e de exigir aumento de salários para os seus filiados. 

Fonte: Club-k.net

Mal Estar e conflitos de interesse na Rádio estatal 

No referido “email”, o autor agindo a favor do Conselho de Administração da RNA, liderada por Marcos  Lopes, acusa ainda o Sindicato de Jornalistas de planear a feitura de uma carta ao ministério das finanças solicitando auditoria as contas desta empresa de comunicação social.

 

“Neste entretanto, para atingir os seus objectivos, de manchar o atual CA da empresa - RNA, o tal núcleo sindical, que é somente de jornalistas, promove práticas, à desencorajar os trabalhadores em geral, a não exercerem com brio as suas tarefas, passando deste modo, informações falsas de carácter administrativo e técnico.”, le-se no email que segundo alguns funcionários, terão recebido  via whatssup,  reencaminhado pelo assessor do Conselho de Administração da RNA, Eduardo Magalhães (na foto).

 

Os autores do “email” antecipam-se dizendo que alegados “mal feitores” ligados ao SJA tem estado apresentar os administradores da RNA, Paula Simons e o financeiro Fidel da Silva, como sendo os “piores da fita”, respeitante ao mal clima que se observa na Radio Nacional de Angola.

 

Embora não sendo funcionário da RNA, em Agosto do ano passado, o jornalista e membro da ERCA, Carlos Alberto chamou atenção nas redes socias a existência de incompatibilidades na RNA pelo facto de a sua administradora de conteúdos Paula Simons estar ao mesmo tempo a exercer o cargo de Presidente do Conselho de Administração da ISENTA, COMUNICAÇÃO e IMAGEM S.A.

 

A ISENTA, COMUNICAÇÃO e IMAGEM S.A. presta serviços de consultoria ao ministério das finanças e ao Banco Nacional de Angola (BNA). A chamada de atenção de Carlos Alberto coincidiu o surgimento de reclamações segundo as quais a administradora Paula Simons, dá prioridade nos noticiários da RNA, as noticias respeitante a estas duas empresas que a sua ISENTA, presta serviços.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: