Lisboa - O dispositivo de segurança presidencial em Angola é, de facto, constituído por dois corpos autónomos entre si e não apenas por um, a UGP-Unidade da Guarda Presidencial. O segundo corpo é a USP-Unidade de Segurança Presidencial.


Fonte: AM


O comandante da UGP é o Gen Alfredo Chaunde e o da USP o Gen Maua. Ambas as unidades são predominantemente constituídos por efectivos oriundos do S do território, em especial cuanhamas e gambos.


A existência dos dois corpos, que têm funções equivalentes, segue um princípio orientador da organização do aparelho de segurança que consiste na existência de orgãos paralelos, a funcionar em sobreposição. O treino dos efectivos dos dois corpos, aos quais é dado tratamento especial em comparação com as FA, é assegurado por especialistas (assessores) da Coreia do Norte.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: