Luanda - Um Airbus A380 da Air France, que fazia na madrugada deste domingo, dia 10 de março, um voo regular (AF703) entre Abidjan, capital da Costa do Marfim, e o aeroporto de Paris/Charles de Gaulle, em França, foi obrigado a retornar ao aeroporto de partida, após uma avaria grave num dos motores do lado da asa esquerda, confirmou a companhia aérea francesa.

Fonte: NewsAvia

O avião aterrou em Abidjan cerca de uma hora depois da descolagem, tendo os mais de 500 passageiros sido desembarcados e alojados em hotéis daquela cidade africana, por conta da companhia aérea.

Segundo relatam as agências de notícias internacionais, alguns passageiros da aeronave, matrícula F-HPJC, ouviram uma explosão que abalou o aparelho, tendo o comandante reportado imediatamente que tinham sofrido uma pane num dos motores, pelo que regressariam imediatamente ao aeroporto de partida.

 

Baudelaire Mieu, jornalista da agência de notícias de economia ‘Bloomberg’, que seguia a bordo do A380 da Air France, disse à agência France Press (AFP) que viu uma bola de fogo sair de um dos motores do lado esquerdo da asa, junto da qual viajava, acompanhado por uma forte explosão. A partir daí criou-se algum pânico entre os passageiros, receosos do que poderia acontecer em seguida. O comandante e a tripulação procuraram tranquilizar os passageiros, dizendo que se tratava de uma avaria que tinha sido isolada, pois o avião ainda tinha três motores a funcionar de forma normal, e não corria perigo.

 

Mesmo assim, disse Baudelaire Mieu, muitos passageiros não escondiam o seu medo, pois sentia-se uma trepidação constante a bordo, sinal de que algo não corria bem, e muitos rezaram até à aterragem da aeronave, que decorreu normalmente. Na pista os serviços de socorro e bombeiros alinharam de prevenção, procedimento normal nestes casos.

 

Porta-vos da Air France diz que se trata de um incidente frequente e com o qual os pilotos sabem lidar bem

Em terra, o diretor da Air France-KLM para a África Ocidental, Jean-Luc Mevellec, disse à AFP que se tratou de um incidente técnico que acontece com alguma frequência em aviação e esclareceu que os pilotos estão bem treinados para lidar com este tipo de situações. “É como se o motor tivesse ingerido um pássaro, o que acontece normalmente na descolagem’, acrescentou Mevellec, procurando com isso uma comparação mais entendível.

O avião tinha levantado voo pelas 23h38 locais de sábado, dia 9 de março, de Abidjan com destino a Paris/CDG, onde deveria pousar pelas 06h45 locais (voo AF703). O incidente aconteceu já na madrugada deste domingo, quando o ‘Super Jumbo’ francês sobrevoava território do Niger.

A Air France deverá enviar na tarde deste domingo, dia 10 de março, um avião vazio para a Costa do Marfim, afim de levar os passageiros afetados pelo incidente. Segundo fontes aeroportuárias, em Abidjan, o motor do avião deverá ser substituído antes do A380 retomar viagem para França, o que deverá acontecer, na melhor das hipóteses, apenas no final da semana que agora se iniciou.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: