Luanda - O misto da ex-praticantes de futebol feminino onze da República Democrática do Congo, venceu este final de semana, no campo da Incutal no município de Viana, a sua congenere de Angola, por 4-2, após empate a uma bola no final dos noventa minutos.

Fonte: Club-k.net

O golo das ex-praticantes de Angola, foi apontado aos 24 minutos da primeira parte, pela meio-campista Jó, que viu a Guarda-redes deslocada e rematou forte do meio campo sem hipótese para a número um da baliza adversária.


Na segunda parte, as congolesas entraram mais motivadas, fruto de algumas mexidas operadas no conjunto, procurando empatar a contenda, através das jogadoras mais experientes, o que veio a acontecer apenas, a quatro minutos do final do tempo regulamentar, através da jogadora Ziky, na cobrança de um livre direito, empatando a partida a uma bola.

 

O vencedor foi encontrado na marcação de grabdes penalidades, onde as Congolesas foram mais eficazes ao apontarem 3 golos contra 1 das angolanas fixando o resultado final em 4-2.

 

No final da partida que visou saudar o 4 de Abril, dia em que os angolanos celebraram 17 anos de paz e reconciliação nacional, a capitã do misto de Angola, Rosália Bamba Dieiro, parabenizou a equipa adversária e justificou o cansaço como elemento que contribuiu para o desaire.


"Foi uma bela partida bem disputada pelas duas equipas, não conseguimos vencer, mas acima de tudo somos todas vencedoras até porque o desporto sai a vencer, parabéns a equipa do Congo que foi uma digna vencedora”.

 

Por parte das congolesas, a sua capitã, “Mamy” reconheceu o potencial de Angola, mas realçou o espírito de conjunto e determinação da equipa.


"Estamos todas de parabéns, desde já aproveitar a oportunidade para agradecer a bela iniciativa da Associação Vida e Luz – AVILUZ, por nos proporcionar este grande momento, em que podemos conviver e rever velhas amigas e companheiras de seleção, gostaríamos que fossem realizadas mais iniciativas do género.” rematou.

 

Por parte da organização, o seu coordenador, Edilson Moisés Manuel Matioma, considerou de positivo o evento, a julgar não só pela moldura humana, mas também pelo facto de ter congregado no Campo da Incutal, antigas glorias do futebol feminino.


"O resultado dos jogos para nós não importam muito, o que importa aqui é de reunir os jovens, os municípes, criando espaço para que haja associativismo das comunidades, o nosso sentimento é que devemos continuar a desenvolver mais actividades do género, não só na vertente desportiva, mas também em outras áreas, é desta forma que já estamos a preparar um Workshop para o mês de Abril direcionado para a Juventude, assegurou”

 

Dizer ainda que depois do encontro entre as selecções de Angola e RDC, realizou-se a segunda partida que colocou frente a frente, a formação dos Craques da bola e FC-Misto da Incutal, tendo a equipa visitante vencido os da casa por 5-4 na marcação de grandes penalidade após empate a duas bolas no tempo regulamentar.


De realçar que as equipas vencedoras tanto em masculino como em feminino foram premiadas com troféus e certificados de participação, em forma de reconhecimento da Aviluz pelo desempenho e contributo em prol do desporto nacional em particular o Futebol 11.

 

A Associação Vida e Luz - Aviluz, é uma organização filantrópica, sem fins lucrativos, com a missão de promover acções sociais, através da sensibilização, educação e orientação da juventude, criada no dia 17 de Junho de 2016.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: