Lisboa - Santana sofreu um acidente na A1. O carro onde seguia, com o cabeça de lista do Aliança às europeias, capotou. Santana ficou encarcerado e Paulo Sande saiu pelo próprio pé: "Apanhámos aqui um susto".

Fonte: Observador

O presidente do Aliança, Pedro Santana Lopes, e o cabeça de lista do partido às europeias, Paulo Sande, sofreram um acidente de carro na tarde desta quarta-feira ao quilómetro 136 da A1, no sentido Norte-Sul. Inicialmente, Santana ficou encarcerado, depois de o carro capotar várias vezes, mas foi libertado pelos bombeiros. Já Paulo Sande saiu do carro pelo próprio pé.

 

O cabeça de lista do partido explicou ao Observador que na origem do acidente esteve um despiste, adiantando que era Santana Lopes que estava a conduzir. Paulo Sande disse ainda que ainda se encontram no local à espera de transporte para o hospital. Santana já está a ser transportado de helicóptero para os Hospitais da Universidade de Coimbra.

 

Apanhámos aqui um susto. O Pedro Santana Lopes ficou um bocado mais mal-tratado do que eu, mas à partida está tudo bem”, disse Paulo Sande ao Observador.


O candidato já tinha dito à agência Lusa que se encontra bem, mas que Santana Lopes foi imobilizado com um colar cervical, por se ter queixado de “dores no peito” e ter ligeiros ferimentos na cabeça. Fonte do INEM confirmou ao Observador que os dois feridos são considerados leves e encontram-se “conscientes e estáveis” e que Paulo Sande está também a ser transportado para o mesmo hospital, de ambulância.

 


O alerta foi dado às 17h14. A autoestrada não foi inicialmente interrompida uma vez que o carro ficou na berma, após o despiste, confirmou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria ao Observador — mas a circulação teve que ser parada para as operações que envolveram o helicóptero enviado para o local.


Foi acionada uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação do Centro Hospitalar de Coimbra, duas ambulâncias dos Bombeiros de Pombal e de Soure e um helicóptero de Santa Comba Dão. Foram também mobilizados elementos da GNR, que se encontra a apurar as causas do acidente — como é, aliás, procedimento habitual, confirmou fonte deste força policial ao Observador.

 

Aliança cancela ações de campanha. João Ferreira deseja “recuperação pronta”

 

Na sequência do acidente, o Aliança decidiu cancelar todas as ações de campanha previstas para esta quarta-feira. Santana Lopes estava a participar na campanha do Aliança e falou às 14h30 na Casa Municipal da Cultura, em Coimbra, num workshop de tecnologias e profissões de futuro. Dirigia-se agora para Cascais, onde ia falar, às 18h30, Museu Conde Castro Guimarães, sobre “Portugal, a Europa e o Mar”, na conferência Eurotalks.

 

O cabeça de lista europeu da CDU, João Ferreira, teve conhecimento do acidente através de jornalistas, durante uma “arruada” no centro histórico de Évora. O candidato aproveitou para desejar uma “recuperação pronta”.

 

Estou a ter conhecimento disso. Espero que ninguém se tenha magoado. Se alguém se magoou, que tenha uma recuperação pronta”, afirmou João Ferreira.


O candidato pelo Livre, Rui Tavares, reagiu ao acidente no Twitter, que usou para mandar um “abraço” a Paulo Sande, Santana Lopes e à “campanha da Aliança”. “Há coisas mais importantes do que a competição eleitoral, e uma delas é que quem se empenha no contacto com os cidadãos o possa fazer são e salvo. É o que desejo a todos”, escreveu.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: