Luanda - O vice-presidente da República, Bornito de Sousa, considerou abusiva a “campanha infame” que atenta contra ao seu bom nome e honra pelas redes sociais, segundo a qual estaria a seguir menores nas redes sociais

Fonte: OPAIS

Bornito de Sousa, por via do seu Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa, classificou ontem, como levianas e absolutamente irresponsáveis as informações que sugerem que ele anda a seguir menores nas redes sociais.

 

A nota acrescenta que tal informação é totalmente falsa e que face à gravidade da acusação, foram já despoletados todos os mecanismos legais e institucionais para responsabilizar civil e criminalmente os seus autores, de modo a desencorajar acções semelhantes.

 

Os órgãos auxiliares do vice-presidente da República aproveitam a oportunidade para apelar ao uso responsável das redes sociais, plataformas digitais e das tecnologias de informação e comunicação, para fins verdadeiramente construtivos e socialmente úteis.

Angola participa na homenagem a Alioune Blondin Beye

O vice-presidente da República, Bornito de Sousa, participa nesta Quarta-feira, 26, na República do Mali, na cerimónia oficial de homenagem ao malogrado diplomata Alioune Blondin Beye, antigo representante especial do secretário-geral da ONU em Angola. No Mali, Bornito de Sousa vai em representação do Chefe de Estado angolano, João Lourenço.

 

Por via do seu Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa, refere que Alioune Blondin Beye substituiu Margaret Anstee como representante especial do secretário- geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em Angola e foi o mediador do processo de paz e reconciliação que levou à assinatura do Protocolo de Lusaka, a 20 de Novembro de 1994. Alioune Blondin Beye faleceu a 26 de Junho de 1998, num desastre aéreo nas imediações de Abidjan, na Costa do Marfim.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: