Luanda - Agora já se manifestou - e ainda bem. O actual presidente do Grupo Parlamentar da UNITA, Adalberto Costa Júnior, vai candidatar-se ao cargo de Presidente da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA). É uma candidatura esperada, pelo menos na sociedade angolana fora da UNITA.

Fonte: facebook

Não há nenhuma dúvida de que se ACJ não se candidatasse seria um autêntico acto de cobardia, a julgar pelo apoio que tem do público urbano angolano. Agora já há uma disputa de "jovens" promissores na UNITA que podem "desmontar" João Lourenço e "jovens" de outros partidos que possam surgir até 2022: José Pedro Kachiungo e Adalberto Costa Júnior.

 

Eu sou a favor de uma oposição forte. Adalberto tem mais apoio externo (fora da UNITA).


Kachiungo tem mais apoio interno (dentro da UNITA), segundo a minha análise. Eu acho que os dois são inteligentes, competentes, ousados e capazes de substituir João Lourenço na Presidência de Angola. Um dos dois poderá fazer história em Angola a partir de Novembro de 2019. Bem-haja uma oposição forte.

Carlos Alberto
13.08.2019

 

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: