Bruxelas - O embaixador de Angola no Luxemburgo, Georges Chikoti, promove no próximo fim de semana, o seu primeiro encontro com a comunidade angolana radicada no Grão-Ducado.

Fonte: Wort.Lu

Um ano depois de ter apresentado as credenciais ao Grão-Duque, o novo embaixador e último ministro das Relações Exteriores de Angola, na presidência de José Eduardo dos Santos, regressa ao Luxemburgo, mas desta vez para conhecer a diáspora angolana, explicou Georges Chikoti à Rádio Latina.


Entre as principais queixas da comunidade estão os atrasos nas renovações dos documentos e a qualidade do atendimento consular. Mas o embaixador de Angola diz que já há mudanças, a começar com a chegar de um novo cônsul.


Questionado sobre as relações entre Angola e o Luxemburgo, o embaixador refere que, após um primeiro encontro com o governo luxemburguês, há acordos que estão a ser preparados para facilitar a relação entre os ministros dos Negócios Estrangeiros. O próximo passo serão os investimentos.


Georges Chikoti, embaixador de Angola, em declarações à Rádio Latina, antes da sua visita ao Luxemburgo. O encontro está marcado para sábado, dia 19, entre as 16h30 e as 19h, no Centre Societaire (rue de Strasbourg, n° 29), na capital.

 


No dia seguinte, domingo, será a vez de um encontro entre as mulheres angolanas e a embaixatriz, Alda Chikoti, no mesmo local, entre as 10h e as 12h.

 

A visita de Georges Chikoti acontece no âmbito das permanências consulares, no mesmo local, no sábado (das 9h às 16h) e no domingo (das 9h às 12h).

 

Georges Chikoti, tem residência oficial de embaixador em Bruxelas e também desempenha as funções de representante permanente junto da União Europeia.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: