Luanda - “Luanda Leaks” é uma tempestade de denuncias validas contida em mais de 715 mil  ficheiros de documentos que contem elementos de provas cometidas contra a Sonangol- EP, não visa a exposição da petrolífera estatal como empresa mas sim a sua gestão danosa.

Fonte: Club-k.net

O saque em que foi vitima a Sonangol terá sido o objectivo dos hackers, não mais que isso segundo conhecimento das fontes do sindicato de jornalistas que se dedicaram nestas investigações. “Luanda Leaks” é uma oportunidade para a justiça angolana e portuguesa averiguar em termos processuais condensar provas, explorar outras linhas de investigações e inquéritos de cometimento de crimes por parte da Isabel dos Santos e não só, por em crivo a sua gestão na Sonangol bem como ao abrigo da lei de probidade administrativa.

 

Todos os documentos que serviram as operações ilícitas são provas de crime e o que é crime deixa de ser coberto, de segredo de Estado, por isso os documentos denunciados pela Luanda Leaks afiguram tao somente como elementos de provas para inquéritos judiciais subsequentes.

 

Haverá alguns ressentimentos mas o que esta acontecer hoje em Portugal com o “Luanda Leaks” poderia ser na África do Sul ou em qualquer capital de um país. Calhou Portugal onde a Engenheira Isabel dos Santos concentrou parte dos seus negócios e das suas empresas o que torna fácil a verificação dos mesmos.

 

No mínimo é anedótico que alguém acumule cerca de 400 ou mais o que afigura um comportamento de cartel mafioso que se decida a lavagem de dinheiro ou mesmo negócios escuros com a finalidade de veiculo para o circuito de branqueamento fuga ao fisco e ocultações.

 

“Luanda Leaks” abre oportunidade para a PGR de Angola e de Portugal abertura de inquérito judiciais contra Isabel dos Santos e operacionar os mecanismos de cooperação neste âmbito e noutros, por quanto a muito Portugal se tornou no verdadeiro ninho de esconderijo daqueles que açambarcaram o país deixando os verdadeiros angolanos povos sem esperança.

 

Haverá de certeza um sentimento patriótico exagerado aos cidadãos que hoje criticam o que se passa na cidade portuguesa considerando mesmo que Portugal esteja a maltratar Angola mas que as coisas não podem ser vistas neste sentido. Portugal hoje fala de Angola em função do comportamento dos angolanos criminosos que lá se abrigaram e que há um dado momento tiveram facilitações de tirar finanças de forma abruta e esconder em Portugal sem que na altura houvesse alguma reação, por isso Portugal é o povo amigo de Angola. O que esta acontecer hoje é lição para sempre. Que ninguém rouba o seu povo para se esconder noutro país.

 

O sindicato de Jornalistas que desenvolve esta investigação que trazem ao olho de todo mundo as mas praticas da gestão da coisa pública prestaram um serviço relevante a pátria e devem ser encorajados e outros corajosos apareçam e lancem as suas provas porque só assim se combate o crime de corrupção e se atinge o ninho dos marimbondos.

 

Não há duvidas que se as 400 empresas que é atribuída a Isabel dos Santos tivessem domiciliadas no país dariam maior nível de empregabilidade a juventude mas como foram apenas criadas com objetivo de retirar do erário publico e não dar serviço aos angolanos, só com a ganancia sem patriotismo hoje o castelo construído por cima da área acaba por ruir.

 

As consequências dos “Luanda Leaks” para Isabel dos Santos é exactamente para o que estamos assistindo , esta ser abandonada pelas sociedades em que o dinheiro de sangue angolano do povo angolano como na NOS, GALP, Efacec, Eurobic, pelos danos que a sócia esta criar na imagem pública destas empresas secular igual comportamento esperemos das off-shores distribuídas pelas diversas nações que denunciem e publiquem as contas dos angolanos escondidos em paraísos fiscais.

 

Com “Luanda Leaks” cai por terra a tese de qualquer tipo de perseguição contra a família do Ex- Presidente bem como outras que se imagine que seja politica ou quer que seja. Afinal o Estado está a perseguir apenas o crime e a reaver o que é devido.

Tema relacionado


"Angola é gerida por criminosos" - Bob Geldof

Luanda Leaks: Conta da Sonangol no Eurobic em Lisboa foi esvaziada em menos de 24 horas

Isabel transferiu 57 milhões de euros da Sonangol para a conta da sua empresa privada


 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: