Luanda - A Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama) anunciou, ontem, a descoberta de um diamante de 171 quilates na mina do Lulo, na província da Lunda-Norte, onde foi também encontrado o maior diamante de sempre no país.

Fonte: Jornal Economico

Um diamante de 171 quilates, extraído do projecto Lulo, província da Lunda Norte, foi nesta segunda-feira, 11 de maio, descoberto em Angola, segundo a agência de notícias Angop. Em causa está uma gema branca, extraída no bloco 6 da mina, é o 15º diamante de mais de 100 quilates encontrado neste projecto mineiro e a segunda descoberta no presente ano económico e o quarto maior desde o início das operações.

O bloco 6 e 8, segundo uma nota da Endiama, foram os responsáveis pela produção de 13 das 15 pedras de mais de 100 quilates extraídas na referida mina, com realce para o maior diamante alguma vez encontrado em Angola (2016), com 404 quilates.

O presidente do conselho de administração da Sociedade Mineira do Lulo, Domingos Machado, disse que face às características dos blocos 6 e 8, onde normalmente aparecem diamantes de grande dimensão e valor durante a época seca, a empresa vai neste período, concentrar as suas operações nos referidos locais e intensificará a prospecção na parte sul da concessão.

Lulo é uma das mais importantes minas diamantíferas mundiais, constituída por uma sociedade entre a estatal Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama), com 32%, a também privada angolana Rosa e Pétalas (28%) e a operadora australiana Lucapa Diamond Company (40%).

A concessão do Lulo, de três mil quilómetros quadrados, está localizada a cerca de 150 quilómetros da mina de diamantes de Catoca, operada pela Alrosa, e é a quarta maior mina de diamantes do mundo, representando aproximadamente 75% da produção diamantífera anual do país.

A mina do Lulo está em exploração desde 2015, após ter recebido o título de exploração em Novembro de 2014.

O maior diamante encontrado anteriormente na concessão do Lulo tinha 133,4 quilates, mas o recorde anterior pertencia a um diamante registado com o nome “Estrela de Angola”, de 217,4 quilates, proveniente de Luarica, em 2007.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: