Luanda - Excelência, Senhor Presidente da República, rogamos a vossa Excelência a velar pelas condições dos efectivos da Polícia Nacional, aqueles, segundo o Comandante Geral e o Ministro do Interior, são um dos órgãos do Estado que mais trabalha.

Fonte: Club-k.net

Excelência, será justo um Agente da Polícia Nacional ganhar aproximadamente 70 mil Kwanzas com o risco e sofrimento pela qual passa?


É justo um efectivo da AGT, que só fica no Gabinete a apanhar fresco do ar condicionado, ganhar 15 vezes mais do que um Agente da Polícia Nacional?


Excelência, talvez não saiba concretamente qual é o sofrimento do Agente da Polícia, mas permita-me ajudar-vos a perceber.


Excelência, quando o sol está escaldante, a mais de trinta graus, que desidrata qualquer um, que escurece qualquer um, que traz cancro da pele, vê-se algum Magistrado na rua a fazer alguma busca ou revista, como eles inseriram naquela lei das Revistas e Buscas? Claro que não, eles só ficam nos Gabinetes mas ganham 30 vezes mais que um Agente da Polícia, que ainda tem que sacrificar a sua vida para proteger tais Magistrados.


Excelência, já percebeu qual é o nível de criminalidade violenta em alguns bairros? Quem corre o risco de morte para enfrentar estes bandidos, são os engravatados do Ministério das Finanças que ganham 10 vezes mais que um Polícia e não aceitam aumentar os salários dos Polícias, alegando que são muitos? Se a Polícia cruzar os braços eles vão conseguir trabalhar e arrecadar receitas?


Excelência, pede só para fazer um estudo de quantos polícias morreram em serviço, garantindo a segurança pública. Depois de obter este resultado, compara com aquelas profissões que ganham 10 vezes mais que um polícia. Rapidamente, vossa Excelência vai chegar à conclusão que quem sofre mais riscos em Angola são os Polícias, mas ganham uma miséria.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: