Lisboa - Dois funcionários do Banco Nacional de Angola testaram a semana passada positivo ao Covid-19, depois de terem participado numa cerimónia que ocorreu no Museu da Moeda aquando da apresentação da nova família das notas de Kz que entrarão em circulação no fim do mês.

Fonte: Club-k.net

Trabalhadores falam em negligencia laboral

Apesar de assunto estar a ser gerido no secretismo, trabalhadores da instituição atribuem a transmissão a alegada negligencia interna. Por exemplo, o chefe de divisão, Celso Almeida que testou positivo é dado como alguém que não costumava usar a mascara fácil. O mesmo trabalhou até semana passado tendo interagido com mais colegas nos últimos dias.

 

A semana passada Celso Almeida sentiu-se mal e um colega seu Pedro Ntiama viu-se obrigado a leva-lo, de carro a uma clinica para realizar o competente teste. Acredita-se que neste percurso de irem a clinica, o chefe de divisão Celso Almeida terá contaminado o colega Pedro Ntiama, uma vez que ambos testaram positivo.

 

No período em que aguardava pelos resultados, Pedro Ntiama que é o subdirector do departamento de organização, participou no lançamento das novas notas no museu da morda, razão pela qual acredita que poderá haver mais casos de contaminação.

 

Face a situação vivida, os funcionários do BNA tem acusado o Governador José de Lima Massano e o conselho de Administração de não terem criado condições para garantir a segurança e higiene nas instalações colocando em perigo a vida de muitos funcionários e suas famílias.

 

Os trabalhadores do BNA relataram que na área de supervisão e regulação bancária com mais de 100 trabalhadores a Diretora Carla Marisa Madeira Gomes há duas semana obrigou todos os trabalhadores a regressarem ao trabalho presencial em “open space”, contrariando as orientações do Executivo e neste espaço muitos trabalhavam sem máscara de proteção, facto que levou alguns trabalhadores a apresentarem queixa a Administração mas este nada fez.

 

O Banco já admitiu a existência de caso do Covid-19 na instituição, segundo uma correspondência interna assinada pelo diretor do capital Humano Domingos Pinto que o Club-K, teve acesso. “Tendo sido detectado um caso positivo de Covid-19 no BNA e em respeito às medidas preconizadas em tal caso, vimos informar que o BNA está a diligenciar com as entidades e autoridades sanitárias nacionais, para a realização dos testes o mais rapidamente possível”.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: