Luanda - Depois de algum tempo de controvérsias, o sector político em Malanje decidiu juntar-se e caminhar de braços dados em prol do desenvolvimento da referida província. O ponto alto foi o encontro entre o governador de Malanje, Norberto dos Santos ‘Kwata Kanawa’ e o empresário e deputado do MPLA, Monteiro Kapunga, que nos últimos dias decidiram, num encontro entre os dois, enterrar as polêmicas, que agora consideram como um autêntico mal entendido provocado por terceiros.

Fonte: Club-k.net

Paz chega a Malanje: políticos de mãos dadas

Consta que o deputado esteve recentemente em trabalho em Malanje, autorizado pelos serviços competentes que acompanham o processo de combate à Covid no país, momento em que foi aproveitado pelo actual homem forte da província para abordarem questões relacionadas a Malanje e afastar o desentendimento que serviu de mote para que os dois políticos estivessem afastados durante algum tempo.


O desenlace entre os dois terá sido aproveitado por figuras dentro do próprio partido, principalmente no secretariado Provincial de Malanje, para que se imputasse ao deputado o desejo de pretender influenciar negativamente a gestão de Kuata Kanawa.


Depois do encontro, em que só não apertaram os braços em função da Covid 19, ficou-se a saber que as referidas informações contra Kapunga e até mesmo contra Kuata Kanawa eram alimentadas por círculos com interesses ainda por se confirmar.


‘Na verdade, as pessoas que passavam informações de que Kapunga incentivava manifestações do jovens nem conseguem sequer provar. O que está hoje confirmado é que estas pessoas queriam tirar o maior proveito possível. Não só minando a relação, como também se aproveitarem de algumas oportunidades em Malanje’ , contou uma fonte que conhece o processo.


No auge da discussão entre ambos, ficou a promessa a dado momento de Kwata Kanawa de que iria processar o empresário. Mas, esta possibilidade também está já afastada, a julgar pelos pontos que os aproximam.


‘Agora os intriguistas que fizeram de tudo para criar os problemas é que se devem preparar. Acreditamos que o governador venha a mexer em algumas pedras. Está confirmado que existiam pessoas próximas delas que quiseram tirar partido disso’.


Apesar das críticas, ao lado de Kapunga, um influente empresário em Malanje, Norberto dos Santos tem agora uma boa oportunidade para reverter a má imagem que os malanjinos dizem ter neste momento.


As fontes deste portal garantem que com esse enterrar do Machado de guerra, entre Kwata Kanawa e Monteiro Kapunga, o MPLA tem condições para se preparar melhor para os próximos desafios na província.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: