Lisboa - O ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República e chefe da Comissão de Combate à Covid-19, general Pedro Sebastião, foi obrigado a internar, para receber cuidados médicos depois de ter testado positivo a infeção do Covid-19.

Fonte: Club-k.net

De acordo com histórico da ocorrência, o general esteve ausente do país por um período de 7 dias tendo no regresso cumprido quarenta domiciliar conforme orientam as regras de prevenção da pandemia. Em casa, terá sido contaminado por familiares que estiveram expostos ao Covid-19.

 

Por medida de prevenção, decidiu testar pelo que os resultados foram positivos sem no entanto apresentar sintomas que possam merecer preocupação. Contudo, neste último final de semana, foi decidido que ficasse internado na Clinica Multiperfil, (e não na Girassol) por questão de sigilo e privacidade. O seu quadro é considerável estável apesar de numa das sessões de raio X, ter apresentado, alguns “sinais brancos”, descritos como não preocupantes ou decorrente da idade.

 

A semana passada, depois de receber seus resultados, vários oficiais generais da Casa de Segurança do PR, dirigiram-se igualmente a Clinica Multiperfil para saber do seu estado serológico uma vez que estiveram com o mesmo. Segundo apurou o Club-K, antes de internar, o general esteve reunido por três ocasiões com o Presidente João Lourenço gerando preocupação.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: