Luanda - O Administrador municipal adjunto para área financeira e orçamental do Município de Viana, Rui Santos, está a ser acusado por um ex funcionário do Gabinete de Planeamento e Estatística da referida instituição, de nome Estêvão Pascoal Dibué, de criar mecanismos burocráticos, tendentes a alimentar acções de corrupção no programa de combate à corrupção.

Fonte: Club-k.net

Segundo a nossa fonte Rui Santos baixava orientações aos técnicos do GEPE no sentido de atrasarem com a execução do programa de combate à pobreza, dificultando o acesso de empresas que apresentavam propostas baixa, para a última hora inserir empresas do seu esquema de corrupção e sem tempo para o administrador municipal tomar decisões.

 

Rui Santos é conhecido por alegadamente atrapalhar a gestão de vários administradores que já passaram na administração municipal de Viana, fruto da sua experiência comprovada de mexer no erário público. Acusam-no de rejeitar “todas as solicitações das direcções” que culminam mo impasse para o desenvolvimento da administração municipal de Viana.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: