Luanda - Cabe-me com elevada responsabilidade, depois de acompanhar com certo humor o que está a circular nas redes sociais, facto que envolve a minha personalidade numa imagem que mostra o carro protocolar à minha disposição, veiculadas por pessoas de má fé, alimentados pelo ciclo que termina a sua epopeia em 2022, com objetivo único de denigrir a minha imagem e pôr em causa a idoneidade da UNITA. Face a essa distração, importa dizer:

Fonte: Club-k.net


1- Não foi o Deputado que esteve na rua a mandar lavar o carro, até porque nessa altura, estava eu a aguardar o meu motorista na hora habitual que por sinal com certa preocupação já estava atrasado.

 

2- O sr motorista entendeu lavar o carro antes da hora normal que começa o trabalho que lhe é peculiar

 

3- O atraso deveu-se pelo facto de ter encontrado algumas estações fechadas isto é, antes das 7h e para ganhar tempo entendeu optar pelo serviço informal, coisa que não assusta e nem cria pânico porque o deputado não é um extraterrestre e o seu carro protocolar é simplesmente um meio rolante e não é a primeira vez que se lava numa estação informal. É devido esse atraso que optei por apanhar um táxi público, facto que me é habitual.

 

4- Infelizmente os falidos fiscais instrumentalizados, aproveitaram-se da inocência do motorista para protagonizar a acção que lhes foi incumbida localmente, facto que só teve a duração de escassos minutos, pois, a viatura foi solta depois da minha intervenção imediata.

 

5- É falsa a ideia de haver violação de uma norma, rsrsrs é mesmo engrassado, não conheço nenhuma norma ou lei que proíbe a lavagem de carros seja de quem for, em locais informais, assim como também, desconheço qualquer lei que fixa de forma a orientar paradas únicas de lavagem de carro seja de quem for.


Pelo que, foi uma diversão de mau gosto, o país enfrenta muitos problemas que carece um olhar atento de todos nós. Infelizmente os saqueadores não querem saber, perdem tempo na futilidade enquanto nós estamos a mobilizar os patriótas para a alternância do poder.

 

*Eduardo Ndumba Delfino, Secretário Provincial Adjunto da UNITA no Huambo e Deputado a Assembleia Nacional!



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: