Lisboa  – Os africanos de diversas nacionalidades residentes em Lisboa, Portugal, disseram, hoje (quarta-feira), nesta cidade, acreditar que a selecção do Ghana, única representante do seu continente, vai jogar a final do campeonato do mundo, que decorre na África do Sul.

 
Fonte: Angop


Durante uma ronda efectuada pela Angop, no Rossio, lugar turístico bastante frequentado por cidadãos oriundos de África, os mesmos manifestarm “desejo e fé” na participação dos “Black Stars”, na final da competição.

 


Para o estudante angolano Laurindo Kipungo, o Ghana está a praticar um futebol alegre e eficaz, batendo-se de “igual para igual” com as melhores equipas do campeonato, facto que lhe leva a antever muitas possibilidades do Ghana de ir a final do mundial.

 


Por seu turno, o guia turístico cabo-verdiano Juarez Valzelito disse que o Ghana vai chegar a final e dignificar o futebol do continente, pondendo incluisve ganhar a prova.

 


"Só o facto de chegarmos aos quartos-de-final, já é muito bom, mas o Ghana, pelo futebol bom que está a apresentar, é um sério candidato a jogar a final da competição, até da victória do mundial", afiançou.

 


Já o comerciante senegalês Camara Suleman o Ghana tem a possibilidade de fazer hisória no futebol mundial, visto que está a praticar um bom futebol e tem uma equipa com excelentes executantes.

 


Para ele, o Uruguai, próximo adversário do Ghana nos quartos-de-final, é uma equipa difícil, mas está ao alcance de selecção africana, apontando o dianteiro Gyan como a grande revelação do mundial.

 


“O jogo contra o Uruguai será muito difícil, devido a sua coesão defensiva, mas o poderio atacante do Ghana comandado pelo ponta-de-lança Gyan, uma das maiores revelação da prova, está em condições de fazer golos e levar de vencido a formação sul-americana”, salientou.

 


O Ghana defronta na próxima sexta-feira o uruguai em partida dos quartos-de-final do Mundial2010, que decorre até ao dia 11 de Julho na África do Sul.

 


Para o Ghana chegar a final da prova terá de ultrapassar, além do Uruguai, o vencedor da eliminatória do jogo Brasil-Holanda nas meias-finais.

 

Exemplo ghanense deve ser seguido por africanos - diz treinador

 

O comportamento da selecção do Ghana, único representante do continente na fase a eliminar do Campeonato do Mundo de futebol, que decorre na África do Sul, deve ser seguido por todas as selecções do continente africano.

 


A opinião é do antigo seleccionador nacional sub-20 e sub-23 José Kilamba, que considera a permanência dos vice-campeões de África até agora em prova no mundial "é fruto de um trabalho bastante árduo" cuja juventude é a principal arma.

 


"O Ghana faz um trabalho que está a ser bastante visível para todos. Então os demais países africanos devem fazer o mesmo trabalho; não ter receio de apostar em jovens atletas", argumentou.

 


Na sua opinião, a visão do treinador ghanense em apostar em grande parte dos atletas campeões do mundo de sub-20 em 2009 e manter o mesmo grupo para o CAN2010, disputado em Angola, onde chegaram a final derrotados pelo Egipto, mostra que algum trabalho está a ser feito.

 


José Kilamba considerou corajoso o seleccionador do Ghana por ter "apostado seriamente num grupo de jovens que está a fazer um execelente campeonato do mundo" e a surpreender todas as nações presentes na África do Sul.

 


Disse que a má prestação das outras cinco selecções africanas que estiveram na copa, designadamente a anfitriã África do Sul, Cote de Ivoire, Argélia, Camarões e Nigéria esta relacionada com a má preparação que muitas delas tiveram, bem como falta de renovação que não foi feita em muitas delas.

 


Durante a primeira fase, o Ghana integrou o grupo D. Estreou-se com uma vitória moralizante de 1-0 diante da Sérvia e encerrou a fase de grupos com uma derrota de 1-0 frente a Alemanha, depois de um empate uma bola com a Austrália, resultado na qualificação como o segundo posicionado com quatro pontos, atrás da Alemanha (6 pt).

 


Nos oitavos-de-final afastou os EUA, com vitória de 2-1. O próximo adversário é o Uruguai sexta-feira nos quartos-de-final.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: