Namibe - Padres, religiosas, religiosos, leigos e comunidade em geral lamentam o facto, e a Policia diz estar no encalço dos meliantes.

Fonte: Club-k.net


O Assalto ocorreu dois dias depois do Padre Elias Nito, na celebração eucarística do 25º domingo do tempo comum, ter-se referido da má distribuição dos rendimentos do pais pelos Governantes Angolanos.

 

Os Padres salatinos, e sobretudo os reverendos padres Francisco Mbambi, Belarmindo Chipundukua e Elias Nito, este último de enquanto em vez, são tidos os mais críticos a Governação, quanto a politica social e distanciamento entre os ricos angolanos e os angolanos pobres.


Os Padres, têm criticado igualmente a forma como as familias têm-se dilacerado pelo consumo desregrado do alcool, incentivado pelas maratonas de cinco cervejas por cem Kwanzas, assim como outras promoções que em nada têm haver com a dignidade humana.

 

A Paroquia Nossa Senhora de Fatima localizada no Bairro mais antigo do Namibe "Forte Santa Rita" é administrada por padres salatinos, maioritariamente provenientes de Benguela e a sua vocação a causa da fé, tem permitido um crescimento espiritual fabuloso no seio das comunidades afectas aquela paroquia que, controla igualmente as comunas de São Nicolau ou Bentiaba e  Piscatoria da Lucira.


O Comandante da Policia, Sub Comissario da Cruz Verdade, segundo o porta-voz da corporação superintendente Óscar Rodolfo Jorge, assumiu o comando da operação que visa, investigar e capturar os presumíveis autores do roubo naquela paroquia.


"Foi uma pouca vergonha" lamentou o Superintendente Óscar Rodolfo Jorge, porta-voz da corporação.


O Assalto devia decorrer as primeiras horas desta terça-feira. Os autores, escolheram o gabinete do Pároco, Padre Francisco Mbambi, presumindo-se, terem o pleno conhecimento da fragilidade da porta arrombada.

 

O Sacerdote, acredita numa sociedade doentia, onde Namibe não foge a regra. O Padre Mbambi disse ainda, que as ameaças de assaltos a igreja, em nada vão alterar o verdadeiro papel da igreja, pregar o pecado.


"No mundo de hoje, a Igreja precisa de ser profeta. O profeta é aquele que morre por uma causa e se nós descurarmos esta causa, então a igreja fica sem força, por isto, não vamos ceder as intimidações com esses assaltos" disse o sacerdote.


Crianças, Jovens, mulheres, homens, velhos e velhas, solidarizaram-se com os sacerdotes da paroquia e afirmaram igualmente não temerem das aventuras dos homens."Jesus é o principio e o fim e só a Deus devemos temer, por isso o que nos tiraram havemos de repor, mesmo com a nossa pobreza" frisaram.


A Policia diz estar já no encalço dos meliantes que carregaram aparelhos de son, computadores e impressoras, livros e  vinho de missa, micros, colunas que serviam as missas e despejaram  a agua benta. O Cumulo da vergonha, não poupa os lugares Santos, no caso as Igrejas.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: