Lisboa - Uma    suposta filha de José  Eduardo dos Santos apareceu em Luanda para manter contactos com  personalidades próximas a família presidencial  a fim de poder vir a  falar com o alegado pai e ter o devido  reconhecimento parternal.

 

Fonte: Club-k.net

 Será que  foi  recrutada por organizações estrangeiras?

A jovem, agora senhora de 46 anos de idade  apresenta-se com o nome de  Ngutuika Josefa Matias. A mesma  reclama ser  filha do PR angolano com uma fulana, Elisabeth Kaenje  no período  em que JES  andou nos Congos como representante do MPLA. Josefa Matias terá nascido  logo após o alegado pai ter  partido para a extinta União Soviética estudar engenharia, razão pela qual a compatriota  não foi registrada por JES acabando por ser reconhecida pelo padrastro que atende pelo nome de Matias.

 

Nos círculos de contactos, Josefa Matias  alega que vêem procurando pelo seu pai biológico desde 1999 altura em que ela  regressou dos Congos rumo  a província angolana da Lunda-Norte fazer negócios. O assolar da  guerra, no país terá dificultado com que ela fosse a Luanda.

 

De acordo com informações plausíveis a mesma ainda não se encontrou com o alegado pai mas terá tido  contactos ou aproximação com familiares de JES da linha de Marta dos Santos e de Gaspar dos Santos, suposto tio do PR angolano.

 

“Batata Quente”  para José Ribeiro 

 

ImageDe recordar que esta não é    a primeira vez que aparecem supostos  filhos de políticos ou importantes figuras do nacionalismo  angolano a reivindicarem paternidade. Em 2004, o Jornal de Angola deu destaque ao caso de um antigo jornalista da Vorgam, Charles Wandilika apresentado-o como se fosse  filho do Presidente da UNITA, Isaias Samakuva. Na altura o mesmo jornal publicou em letras garrafais, e sem ter escutado o líder dos “maninhos”, o seguinte titulo:  “Samakuva não reconhece filho legitimo”. Mais adiante ficou-se a saber que Charles era apenas sobrinho de  Samakuva  e que  estava a ser usado pelo Jornal de Angola para uma campanha de manipulação contra o alto dirigente da UNITA.

 

O Jornal de Angola foi bastante criticado pela falta de responsabilidade em causar eventuais danos ao lar do senhor Samakuva. Portanto, não se sabe se o mesmo  jornal dirigido pelo polemico José Ribeiro ira falar também desta  suposta filha de JES, sem ouvir a versão do estadista angolano, a semelhança do  fez com o líder do “Galo Negro”. Não há também certeza,  se Ribeiro voltaria ser irresponsável trazendo o seguinte titulo: “JES não reconhece paternidade de filha abandonada”.

 

Conhecedores das artes de manipulação não descartariam a possibilidade do auto assumido  “Ministro da propaganda”  José Ribeiro usar as paginas do Jornal público para atacar a Senhora Josefina “Dos Santos” difamando-a   de que também  foi  recrutada por organizações estrangeiras para denegrir o bom nome do PR, José  Eduardo dos Santos .

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: