Lisboa - Funcionários do gabinete presidencial (entidade deliberadamente omitida), atribuem a  José Eduardo dos Santos  pretensões de nomear em Janeiro de 2011, o seu secretário para os assuntos econômicos,  Armando Manuel   para o cargo de Ministro das Finanças, em substituição de Carlos Alberto Lopes. 


Fonte: Club-k.net


JES, segundo  observação dos que com  ele privam,  reconhece habilidades  em Armando Manuel  que lhe vinha chegando desde o tempo em que  este era o Director  Nacional do Tesouro do Ministério das Finanças. É a  Armando Neto a quem  o PR, nos últimos meses,  delegava competências para conceder audiências a  entidades que desejam   abordar  matérias  ligadas a construção ou finanças ao mais alto nível.  Armando Neto conta com o aval de Manuel Nunes Júnior,  o Secretario do Bureau Político, que  conheceu, o mesmo,  em Londres ao tempo de estudante.

 

O actual  Ministro das finanças,  Carlos Alberto  Lopes é também uma figura que priva com o JES em meios familiares (é esposo de  uma irmã da Primeira Dama Ana Paula dos Santos). Terão notado,  no mesmo certo afrouxamento na forma que conduz as políticas financeiras  deste ministério que na pratica é tem como “quebra galho” o  secretário de Estado do Tesouro, Manuel Neto Costa.  



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: