Luanda - O ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, disse domingo, em Luanda, que a organização do Afrobasket2011 em Angola acarretaria montantes financeiros avultados para o país.


Fonte: Angop



Em declarações à Rádio-5 (Canal desportivo da Rádio Nacional de Angola) sobre as possibilidades do país servir de alternativa à prova inicialmente marcada para a Côte d'Ivoire, que vive instabilidade política, o governante referiu não ter conhecimento oficial sobre a pretensão de o país albergar a competição. 


“São enormes responsabilidades administrativas, não é assim tão fácil, não é só por termos infra-estruturas, experiência, mas o dia-a-dia é diferente, isto por um lado. Por outro, são encargos financeiros que é preciso ver quem é que vai assumir”, disse o ministro, acrescentando que o Orçamento Geral do Estado (OGE) angolano já foi aprovado e fechado.



O ministro afirmou que para tal, é preciso uma comunicação oficial e clara de quem assumirá as despesas, para se poder avaliar e tomar uma decisão, remetendo aos órgãos de decisão do país.



Muandumba considerou ainda que uma excelente preparação do “cinco” nacional permitiria aos angolanos triunfar em qualquer parte do continente africano em que se realize o Afrobasket. 



“Nós temos de estar preparados física e psicologicamente e, quer seja na Côte d'Ivoire, Nigéria, quer onde for, Angola vai ganhar”, garantiu.  


O Afrobasket2011 qualifica um represente do continente aos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Angola é detentora do título africano.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: