DELIBERAÇÃO

Luanda - Reunido em Luanda na sua segunda sessão plenária do ano, a 25 de Fevereiro de 2011, o Conselho Nacional de Comunicação Social, depois de ter analisado o desempenho da imprensa à luz das suas atribuições e competências achou por bem deliberar o seguinte:


1- Considerar satisfatória a cobertura que, de uma forma geral, a comunicação social tem vindo a fazer relativamente as posições assumidas pelas duas principais forças políticas nacionais, com observância do respeito pelo contraditório.

 

2- Esta questão foi, sem dúvida, o principal traço a marcar a actualidade informativa do mês de Fevereiro, com todos os desenvolvimentos que a têm acompanhado e que vão certamente continuar a dominar a agenda informativa dos próximos tempos.

 

3- Com esta actuação a comunicação social, com destaque para a pública, soube cumprir de forma adequada a sua função, evitando a editorialização das matérias, o que representa uma evolução positiva de ruptura com o passado recente.

 

4- O Conselho gostaria de ver consolidada esta tendência como sendo de facto uma norma estruturante, e não apenas episódica, a conferir a necessária substância ao princípio da isenção da informação, que compete a este organismo assegurar nos termos da lei, numa altura em que o balanço da sua implementação, ainda está longe de ser satisfatório.

 

5- Os próximos tempos anunciam uma inevitável subida da temperatura política, o que vai indubitavelmente fazer deslocar as atenções da opinião pública, com maior sentido crítico, para o desempenho dos médias, pelo que desde já se recomenda que os seus responsáveis tenham em devida conta este elemento.


6- O CNCS congratula-se com o desempenho da imprensa em Fevereiro, por considerar que, com as suas recomendações, em muito tem contribuído para que os jornalistas angolanos, independentemente do órgão para que trabalham, acertem o passo com as exigências fundamentais da sua própria actividade profissional.


Esta deliberação foi aprovada em plenária ordinária do Conselho Nacional de Comunicação Social, que contou com a presença dos Conselheiros:


António Correia de Azevedo – Presidente
Manuel Teixeira Correia – Vice-Presidente

David João Manuel Nkosi
Mbuta Manuel Eduardo
Joaquim Paulo da Conceição
Francisco Alexandre Cristóvão da Silva
Maria Lucília de Jesus L. de Faria Baptista
Narciso de Almeida Pompílio
António Pedro Cangombe
Oliveira Epalanga Ngolo
Armando Chicuta Calumbi
Reginaldo Telmo Augusto da Silva

CONSELHO NACIONAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, em Luanda, aos 25 de Fevereiro de 2011. –

O Presidente,

António Correia de Azevedo



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: