Lisboa  - O responsáveis da organização da vigília entretanto proibida viram esta Quinta-feira   negado o direito de exprimir o seu sentimento para a rádio de Luanda, devido a novas  orientações baixadas para a mesma redacção. Uma entrevista foi feita a Manuel Fernandes lider dos POC mas não emitida.


Fonte: Club-k.net

Só aceitam passar a manifestação do MPLA

A LAC- Luanda Antena Comercial é uma das primeiras rádios privadas criadas pelo regime logo após ao fim do sistema de partido único. Um dos seus acionistas é João Lourenço   antigo Secretario-Geral do MPLA.  A componente dos seus acionistas faz com que os seus responsáveis adoptem uma postura parecida a da RNA.

 

Observações habilitadas, dão conta de uma fusão sentida entre o interesse publico e as afinidades ao MPLA, através da pessoa de José Rodrigues, chefe de direcção de Informação; tais como procedimento em detrimento a oposição.


A saber:


- Acentuação da linha editorial reflectida na rejeição a criticas contra o MPLA; Em algumas entrevistas cortam ou não usam as palavras contestarias.


 
- Falta de confiança da oposição. Quando vão para entrevistas solicitam uma copia da fita. Nas vésperas da campanha eleitoral de 2008,  um dirigente  da FpD, Filomeno Lopes, foi entrevistado num programa da manha. O mesmo segundo uma corrente da raio adversa a Zé Rodrigues eEstabeleceu regras de que a entrevista teria de ser directa ou então  teria que ter, uma copia.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: