Luanda - De acordo com a radio Eclesia, um Membro do grupo de organizadores da manifestação do dia 2 de Abril, a favor da liberdade de expressão em Angola sofreu  atentado em sua residência.


Fonte: Radio Ecclesia



Dionísio Casimiro, conhecido como Carbono, conta que tudo aconteceu na noite de ontem Quarta-feira e na altura do suposto atentado não se encontrava em casa, mas recebeu a informação através dos os seus familiares que vivem próximo a sua residência.


Carbono explica que além deste suposto atentado outros elementos deste grupo de organizadores da manifestação têm recebido ameaças de morte, mas no seu caso é pela primeira vez que isto acontece.


Dionísio Casimiro pede o esclarecimento desta situação e a protecção dos órgãos competentes do estado.


Dionísio Casimiro um dos organizadores da manifestação a favor da liberdade de expressão em Angola e o suposto atentado que sofreu em sua residência cita no Bairro Nelito Soares.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: