Luanda – A apresentação de soluções a seguir para o desenvolvimento do futebol no país é um dos objectivos pretendidos pelo candidato Pedro Neto, caso vença as eleições na Federação Angola da modalidade (FAF).

 
Fonte: Angop
 
 
Este pronunciamento foi feito na manhã de hoje (sábado), em Luanda, pelo aspirante ao “cadeirão” do órgão reitor do futebol em Angola, durante o anúncio oficial da sua candidatura feito durante uma conferência de imprensa.
 
 
 
De acordo com Pedro Neto, o seu projecto de acção e a divulgação da lista dos integrantes acontecerá apenas quando for aberta a campanha eleitoral, cuja comissão é liderada por Rogério Silva, antigo presidente do Comité Olímpico Angolano (COA).
 
 
 
Pedro Neto, antigo presidente de direcção do clube desportivo 1º de Agosto, disse que caso aprovar nas “urnas”, se servirá do trabalho do elenco demissionário, comandado por Justino Fernandes, como fonte de inspiração para o futuro da modalidade, cuja direcção cessante reconhece alguns dos êxitos alcançados.
 
 
 
O embaixador de Angola na república da Zâmbia deu a conhecer que, se for eleito presidente, deixará a diplomacia para se dedicar simplesmente a causa do futebol.
 
 
 
A sua candidatura para substituir Justino Fernandes, saliente-se, foi proposta pelo presidente do Kabuscorp Sport Clube do Palanca, Bento Kangamba, e subscrita pela Associação Provincial do Kwanza Sul.
 
 
 
Este é o primeiro anúncio oficial de um candidato ao pleito eleitoral da FAF, depois da intenção já apresentada por Santos Bikuku (presidente da Associação Provincial da Lunda Sul) e Artur de Almeida e Silva (um dos vice presidentes da Federação).
 
 
 
 
De 59 anos de idade, Pedro Neto, já dirigiu o clube desportivo 1º de Agosto entre 1999 a 2007, para além de ter sido vice para o futebol (1994/1999) da mesma agremiação.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: