Luanda -  O jurista angolano Alexandre Sebastião considerou anti-constitucional a limitação dos espaços onde os cidadãos podem realizar manifestações na capital angolana.


Fonte: VOA


ImageNo domingo grupos de jovens manifestaram-se  na capital angolana, embora desta vez não se tenham registado confrontos com a polícia.

 

Os manifestantes prometeram voltar às ruas até que sejam postos em liberdade os companheiros  condenados a  pena de 3 meses de prisão efectiva pelo tribunal de polícia.


O jurista Alexandre Sebastião afirma que "a medida é contrária à lei e que constitui uma usurpação do poder por parte do governo provincial de Luanda".


O advogado acrescenta que os cidadãos em questão só estavam a exercer o seu direito depois de terem cumprido com todos os trâmites legais para esse efeito.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: